Os nossos produtos dentro de uma caixinha.

O Sr. dos correios, estava particularmente mal disposto hoje, não é que seja normalmente uma grande simpatia, mas hoje, nem olhava para mim. Eu mantive o sorriso firme até ao fim, julgo que se terá irritado mais ainda, talvez. 

Hoje é dia sei lá quantos, deste distanciamento social que começou algures no início de março. Perdi a conta aos dias ou simplesmente, deixei de os contar. Mas hoje o Sr. dos correios fez-me lembrar que, já estamos há muitos dias neste distanciamento social e isso não é de todo favorável à relação entre as pessoas. Os nossos produtos dentro de uma caixinha, em cima da balança, o Sr. dos correios de sobrancelha franzida, desconfiado do imenso trabalho que ia ter comigo hoje. Sim porque começa sempre assim, com os nossos produtos dentro de uma caixinha e termina depois de fazer o procedimento uma serie de vezes, para todas as outras. Sim são as encomendas, as vossas encomendas. Foi a primeira vez que vi sobrancelhas franzirem do outro lado do balcão, talvez por isso me tenha impressionado, normalmente são os outros clientes de senha na mão, que já impacientes, menos apreciam a nossa presença nos correios. Normalmente as encomendas são muito bem recebidas e acarinhadas pelo Sr. dos correios, mas hoje tem tudo para correr mal. 


Pensará o Sr. dos correios que estou ali só porque me apetece sair de casa?! É que por causa disso e das pessoas que encomendam coisas, tem ele de estar ali do outro lado do acrílico a despachar os nossos produtos dentro de uma caixinha.   

Normalmente, ele até agradece sempre o cuidado de termos toda a informação à mão e bem definida para cada encomenda, pois isso facilita-lhes muito o trabalho. Mas hoje não quis saber disso, hoje quis que lhe disse-se tudo, à distância segura do balcão e através da abertura no acrílico.


Se calhar algo lhe estava a correr mal hoje, afinal todos temos esses dias. Mantive o sorriso, respondi a tudo o que me perguntou. Terá certamente pensado: Que raio de tontinha esta, que no meio de tantas encomendas, mantém o tom calmo e não reage à minha impaciência?! Pois é! Sou eu mesma, hoje teve sorte, porque hoje estava eu nos meus dias. 

Os nossos produtos dentro de uma caixinha recebem sempre elogios, cheiram sempre tão bem, dizem uns. Que cheirinho é esse tão agradável perguntam outros? Mas hoje, dia não sei quantos do distanciamento social, nada! Nem uma palavra. E posso garantir-vos que, cheirava tão bem. 😊

A culpa disso hoje era entre outros, do sabonete para a loiça. Numa das encomendas lá ia ele com o seu aroma a menta e limão, a caminho de desengordurar mais loiça, cuidando das mãos de quem a lava no mesmo instante. Formulado com ingredientes naturais e orgânicos este sabonete para a loiça, tem um cheirinho que nos mete logo bem-dispostos. 

Não resultou, o Sr. dos correios franziu mais uma pouco a sobrancelha, disse para assinar os papeis e meter a próxima encomenda na balança! Eu meia atordoada nem me atrevi a dizer nada, fiz o que me disse. Repetidamente e até terminar todos os processos.

No fim ouvi-o dizer: Pronto, está tudo. Boa tarde. Ao que respondi sorridente: Obrigada e igualmente uma boa tarde para si. Saí. 

Só que, era de manhã. Não faz mal, andamos todos trocados, afinal. 


Volto para casa na esperança que venham dias melhores, que o Sr. dos correios perceba que os nossos produtos dentro de uma caixinha reutilizada são muito úteis a quem os recebe e além disso são amigos do ambiente também.

Que tudo passe rápido, que tirem o acrílico dos balcões e que o Sr. dos correios possa voltar a sentir as fragrâncias dos nossos produtos ecológicos. Que possa talvez até sorrir. Nós lá voltaremos em breve, embora ainda em dias estipulados para evitar deslocações demasiadas, para evitar o contágio que todos pretendemos travar.



Que tudo se resolva e que possamos respirar um ar mais puro, possamos abraçar quem gostamos, possamos sorrir sem parar. Que os nossos produtos dentro de uma caixinha continuem a viajar pelo nosso país e ilhas, a satisfazer clientes que tal como nós se preocupam com a sustentabilidade do nosso planeta e querem por isso utilizar o que necessitam de uma forma consciente e sustentável. 


Na próxima vez vou levar um cartão, destes que nós temos que dá para semear. Vamos conseguir arrancar um sorriso ao Sr. dos correios e oferecer-lhe umas belas flores. Pouco sorridente mas muito profissional, o Sr dos correios é para nós uma grande ajuda, obrigada!  




Bárbara & Susana

Eco Greetings

Contacte-nos

(+351) 966 217 420

(+351) 915 399 615

geral@puroverde-ecostore.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle

Fale connosco

Todos os direitos reservados © 2020 Puro Verde. Criado por UMMAISUM - creative studio